Voltar para   página anterior

Projeto Algodão em Consórcios Agroecológicos disponibiliza formações online para agricultores e agricultoras

Por Thamires Lima


Com o objetivo de oferecer capacitação para as agricultoras e agricultores que fazem parte do Projeto Algodão em Consórcios Agroecológicos, juntamente com as equipes técnicas e coordenações dos Organismos Participativos de Avaliação da Conformidade (OPACs), foram disponibilizados quatro módulos de formação sobre o cumprimento dos regulamentos da produção orgânica participativa no canal do Youtube do projeto. Para assistir, basta acessar o link: https://www.youtube.com/channel/UCRQmsCGgAWE1j6qRN3Nkkzg/videos.

As formações buscam o fortalecimento dos Sistemas Participativos de Garantia (SPGs) dos Organismos Participativos de Avaliação da Conformidade (OPACs) por meio dos encontros de aprendizagem com as equipes técnicas, coordenações dos OPACs e agricultores/as multiplicadores/as a fim de promover o entendimento sobre os procedimentos, ter conhecimento das portarias e da lei vigente para o cumprimento dos regulamentos da produção orgânica participativa.

As aulas online foram ministradas por Laércio Meirelles, engenheiro agrônomo e especialista em agroecologia, presidente da Rede EcoVida, em parceria com o Centro Ecológico que tem assessorado a formação e o funcionamento da Rede Ecovida, o maior e mais antigo SPG do Brasil e do mundo. As formações contaram com a participação dos agricultores e agricultoras multiplicadoras, a assessoria técnica, a coordenação dos OPACs, presidentes e presidentas, tesoureiros e tesoureiras, secretários e secretárias e a equipe gestora do Projeto.

Projeto Algodão em Consórcios Agroecológicos – É uma iniciativa coordenada por Diaconia, em parceria estratégica com a Universidade Federal de Sergipe (UFS, Campus Sertão – Nossa Senhora da Glória/SE). O Projeto conta com o apoio financeiro da Laudes Foundation, da  Inter-American Foundation (IAF) e do FIDA/AKSAAM/UFV/IPPDS/FUNARBE. Para a execução do Projeto nos territórios, a Diaconia estabeleceu parcerias com ONGs locais com experiência em Agroecologia que serão responsáveis pelo assessoramento técnico para fortalecer os Organismos Participativos de Avaliação da Conformidade Orgânico (OPACs) e a produção agroecológica. No Sertão do Piauí, a Cáritas Diocesana de São Raimundo Nonato desenvolve as atividades na Serra da Capivara. No Sertão do Cariri, na Paraíba, o trabalho está sendo realizado pela Arribaçã. No Sertão do Araripe, em Pernambuco, as ONGS CAATINGA e Chapada assumiram conjuntamente as ações do Projeto. As atividades no Alto Sertão de Alagoas e no Alto Sertão de Sergipe estão a cargo do Instituto Palmas e do Centro Dom José Brandão de Castro (CDJBC), respectivamente. No Sertão do Pajeú (PE) e no Oeste Potiguar (RN), territórios onde a Diaconia já mantém escritórios e atividades, ela mesma se encarrega da implementação das ações locais do Projeto.